Veja os riscos do consumo excessivo de licor

“O licor é uma bebida adocicada com teor alcoólico de 15 a 54%, portanto todos os cuidados relativos aos efeitos nocivos da bebida alcoólica são pertinentes”, explica cardiologista

Cuidado com o consumo de bebidas alcoólicas. De acordo com Eduardo Novaes, o cardiologista do Hospital Aliança, é preciso ter cautela ao beber licor nas festas juninas. “O licor é uma bebida adocicada com teor alcoólico de 15 a 54%, portanto todos os cuidados relativos aos efeitos nocivos da bebida alcoólica são pertinentes. Um aspecto positivo é o fato de não ser necessária a adição de corantes ou conservantes artificiais na sua preparação”, comentou o cardiologista.

O consumo de grandes quantidades de licor pode agravar problemas cardiovasculares como insuficiência cardíaca, hipertensão arterial, doença arterial coronariana e arritmias. “Mesmo servido em pequenas taças, particularmente nas festas juninas, o consumo se intensifica bastante, o que oferece riscos inclusive de intoxicação etílica”, alertou Eduardo Novaes. 
 
As pessoas também precisam ter cuidado com às normas de higiene e armazenamento na produção do licor. “Esses fatores merecem atenção especial, pois há relatos de casos de envenenamento devido ao acondicionamento em recipientes que continham restos de produtos químicos”, frisou o cardiologista.

Segundo médico Eduardo Novaes, ingerir pequenas doses da bebida após a refeição não auxilia na digestão. “Na verdade, as pessoas confundem porque algumas misturas como licores de flor de laranjeira, do tipo cointreau, possuem ervas, frutas e flores, que são atribuídas como facilitadores da digestão”

Fonte: ibahia.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Nosso WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: