Santaluz: Prédio histórico é demolido e causa revolta em moradores

Mulher é presa uma semana depois de agredir chapista com garfo de bicicleta que provocou sua morte
6 de julho de 2019
Coité: homem é preso acusado de estuprar cinco filhos, um deles autista
8 de julho de 2019

Santaluz: Prédio histórico é demolido e causa revolta em moradores

Um prédio centenário da cidade de Santaluz, na região sisaleira, foi derrubado na madrugada desta quinta-feira (4) por uma ação da prefeitura. O fato chamou à atenção de moradores que ficaram indignados. Um grupo tentou suspender a derrubada do antigo açougue com uma liminar nesta quarta-feira (3). No entanto, mesmo com uma notificação da juíza Lisiane Duarte – que cobrava explicações sobre a demolição – a prefeitura “completou” o serviço.

A ação que pôs abaixo o antigo Açougue Municipal já tinha sido iniciada na noite da terça-feira (2). Datado de 1919, o prédio, situado na Avenida Barão do Rio Branco, no Centro, fazia parte do acervo arquitetônico histórico do município. Além de comércio de carne, o local também serviu de mercado e desde a década de 1990 estava fechado. Segundo a advogada Ilka Lopes, ouvida pelo Bahia Notícias, o local deveria ser transformado em centro cultural, mas desde então não era aproveitado.

Foto: Acervo pessoal/ Ricardo Luzbel


Um prédio centenário da cidade de Santaluz, na região sisaleira, foi derrubado na madrugada desta quinta-feira (4) por uma ação da prefeitura. O fato chamou à atenção de moradores que ficaram indignados. Um grupo tentou suspender a derrubada do antigo açougue com uma liminar nesta quarta-feira (3). No entanto, mesmo com uma notificação da juíza Lisiane Duarte – que cobrava explicações sobre a demolição – a prefeitura “completou” o serviço.

A ação que pôs abaixo o antigo Açougue Municipal já tinha sido iniciada na noite da terça-feira (2). Datado de 1919, o prédio, situado na Avenida Barão do Rio Branco, no Centro, fazia parte do acervo arquitetônico histórico do município. Além de comércio de carne, o local também serviu de mercado e desde a década de 1990 estava fechado. Segundo a advogada Ilka Lopes, ouvida pelo Bahia Notícias, o local deveria ser transformado em centro cultural, mas desde então não era aproveitado.

Também nesta quarta, o Bahia Notícias também procurou a prefeitura e foi informado pela secretaria de infraestrutura que não havia informações de demolição do imóvel. Vídeos e imagens, que circulam em redes sociais, mostram a derrubada do prédio.

FONTE: bahianoticias.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Nosso WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: