Suspeito de envolvimento em chacina com 6 mortos na BA é preso; grupo atirou nas vítimas após não encontrar alvos

Homem é preso com dois fuzis e dinamites dentro de carro roubado em rodovia na Bahia
17 de setembro de 2019
PMs atiram para cima e agridem homem em surto na Bahia; tiros atingiram parte interna de apartamento
17 de setembro de 2019

Suspeito de envolvimento em chacina com 6 mortos na BA é preso; grupo atirou nas vítimas após não encontrar alvos

Ainda segundo polícia, crime foi encomendado de dentro de presídio, por homem que cumpre pena há três anos. Ele foi transferidos para penitenciária de segurança máxima.

Um homem suspeito de envolvimento na chacina que deixou seis mortos na localidade de Portão, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, em 18 de maio deste ano, foi preso. Segundo a polícia, Eduardo Santos da Silva, 19 anos, foi detido há cerca de 20 dias, também em Portão, mas a informação só foi divulgada nesta terça-feira (17), durante coletiva de imprensa, para não atrapalhar as investigações.

No local, o delegado Odair Carneiro informou que o crime foi cometido a mando de Cláudio de Jesus Soares, o “Busco Peu”, 33 anos, que há três anos cumpre pena no Presídio Salvador. De acordo com o delegado, Cláudio estava perdendo força no tráfico do local e encomendou a morte de traficantes de outra facção.

Como os suspeitos não encontraram os rivais, saíram atirando e mataram as seis pessoas que estavam na localidade. Entre os mortos estavam uma mulher e dois sobrinhos.

Na coletiva desta terça, realizada na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro da Pituba, em Salvador, Eduardo Santos da Silva foi apresentado à imprensa.

Ainda de acordo com o delegado Odair Carneiro, outros quatro suspeitos do crime estão foragidos: Mateus Santos de Jesus, 24 anos; Paulo Robson Carvalho dos Santos, 30 anos; além de dois menores de idades.

A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) informou que os foragidos foram incluídos no Baralho do crime.

Carneiro ainda destacou que, após a identificação de Cláudio de Jesus como mandante do crime, ele foi transferido para o presídio de Serrinha, de segurança máxima, porque estava comandando o crime de dentro da prisão em Salvador.

Tanto Cláudio quanto Eduardo foram atuados por homicídio qualificado, formação de grupo por associação criminosa, tráfico de drogas e porte ilegal de drogas.

Caso-
À época do crime, a delegada Quitéria Maria Neta informou que os suspeitos, a bordo de um carro, atiraram primeiro em Pablo Ferreira dos Santos, 15 anos, na Travessa Santo Antônio, por volta das 19h. Após balear o adolescente, o grupo seguiu com o veículo para a Rua Boca da Mata.

Ainda de acordo com a delegada, ao chegar no local, os homens dispararam contra uma mulher e os dois sobrinhos dela que estavam na porta de casa. As vítimas foram identificadas como Raimunda dos Santos, 35 anos, Raiane Santos, 12, e Guilherme da Silva, 19.
Na ação, Arthur Moreira, 23, e Rogério da Silva, 36 anos, que estavam no local, também foram baleados.

A delegada ainda informou que o Samu foi até o bairro e encaminhou as vítimas para o Hospital Menandro de Faria, na mesma cidade, mas elas não resistiram aos ferimentos.

NTH / G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Nosso WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: